31 de mai de 2006

E Han Solo volta a atirar primeiro....



Assim como aposto que haverá um Matrix 4, sempre disse que era questão de tempo até George Lucas lançar em DVD a trilogia original clássica Star Wars, sem as modificações digitais das Special Editions. Só não esperava que fosse tão cedo. Pelos meus cálculos, ele lançaria no ano que vem, para aproveitar a data festiva dos 30 anos da saga.
Ou seja, cada vez mais Mr George Lucas mostra seu lado mercenário à la Boba Fett e prova, que no mundo do espetáculo, o que importa é mesmo ganhar dinheiro! Ainda mais quando se trata de um produto que arrasta uma legião de fanáticos, que já passa por mais de 3 ou 4 gerações.
Star Wars é um caça níquel, uma máquina de fazer dinheiro, portanto, porque o criador iria matar sua galinha dos ovos de ouro?
É aí que entram os novos DVDs, sem retoques ou firulas, todas inventadas por Lucas para um relançamento comemorativo nos cinemas em 1997, com a desculpa de que nos anos 70, a tecnologia não permitia fazer aquilo que ele imaginava. Bullshit. A verdade verdadeira é que as Special Editions foram feitas apenas por questões de direitos autorais, merchandisings e uma questão antiga, que envolvia a ex-esposa de Lucas, que o largou pouco antes de Retorno de Jedi, e que lucrava até então, com tudo feito sob a chancela do universo Guerra nas Estrelas.
Pois é meus amigos, pasmem, mas fomos feitos de bobos por causa de uma briguinha de marido e mulher! Claro que não é só isso, tem muito mais podreira por trás do Rancho Skywalker. Mas pra falar a real.... to nem aí com essa mixórdia toda.
Os contatos e boas fontes que a profissão me deu nesse pouco tempo, foram suficiente para acabar com a magia por trás da fantasia da Guerra nas Estrelas. Mas nem por isso, o tiro da minha lista dos melhores. A trilogia original de Star Wars continuará entre os meus favoritos.
Segundo release divulgado pela Lucasfilm e a Twentieth Century Fox, os três filmes da primeira trilogia sairão em DVD em edições duplas, trazendo em cada uma, a versão remasterizada (2004) e também a versão original. “Veja o título aparecer como Star Wars antes que fosse conhecido como Episódio IV; veja o ataque à Estrela da Morte com os efeitos da época; escute a música da Celebração dos Ewoks do jeito que você ouviu quando era criança; e sim, veja Han Solo atirando primeiro!”.
Os DVDs serão lançados em edição limitada, no período de 12 de setembro até o dia 31 de dezembro de 2006.

Esse post vai em homenagem ao aniversário do Jedi Zed, que saiu dos 24 no último domingo, 28/05. Aí Mongol… aproveita e compra a coleção completa pra me emprestar. Assim como tu sempre fez. Porque não estou a fim de gastar mais com titio George Lucas!

Foto: Apoio de DVD/Livro, em pré-venda nos EUA, mas que não tem relação com o lançamento da trilogia original em DVD. É apenas um item para fãs, muito bem bolado, retratando a polêmica cena da Cantina onde Han Solo atirava primeiro no Greedo. Peguei a idéia do Blog do Renato Silveira, que por sua vez, a recebeu do Pablo Villaça, ambos do Cinema em Cena.

BAT-shit-MAN ou Virado pra Lua




Eu sei, vou ser zoado, mas essa é uma história digna de um Bostolog (aliás, não teria esse nome à toa!).
Estávamos Julis e eu, voltando a pé para casa dela, desbravando as ruas escuras do Embaré, compostas de belas árvores frondosas renegadas às suas devidas podas, quando não mais que de repente, como muito comum em toda cidade de Santos, morcegos brincavam entre si dando rasantes por nossas cabeças.
Julis, ficou.... diria... ressabiada... quando fiz menção de assobiar para chamá-los para uma confraternização. Muito seguro de si, lancei: “Tu conhece alguém que já tomou uma morcegada na cara? O máximo que pode acontecer, é um morcego cagar na gente! Mesmo assim, tu conhece alguém que já foi cagado por um morcego?”.
O que ela disse nem preciso reproduzir aqui. O que importa é que menos de 15 passos à frente, a resposta veio do céu. Uma bela duma cagada, amarela e quentinha, bem no meu antebraço esquerdo.
Fala se num nasci cagado!?

27 de mai de 2006

Digital Noise Reduction ???

Tentando incrementar esse bostolog, passei a madrugada procurando outros modelos de blog desta parada do blogger/blogspot. Encontrei um bem bacana, sobre Animação, feito por um estudante de Niagara Falls (clique aqui).
O cara tá injuriado com um tal “Digital Noise Reduction” que estão fazendo nos DVDs dos desenhos animados antigos. Pelo que eu entendi, é um tipo de remasterização das imagens, e isso traria a perda de certos detalhes e nuances da animação original. O cara pode até estar certo, e confesso que ainda não li o artigo inteiramente. Mas a principio, soou aos meus ouvidos aquela discussão saudosista dos defensores dos Discos de Vinil!
Na verdade, esse post é mais pra compartilhar com vcs, um clássico do Pernalonga que segundo o tal Thad Komorowski, é um dos mais engraçados de todos. Além disso, parece que foi daqui que um dos animadores se baseou para posteriormente fazer o lobo da Disney.
Nunca fui fã do Pernalonga, mas esse aqui é engraçadão. Muito humor nonsense, no melhor da pilantragem do personagem, se juntam a um Lobo Mau tapado e uma Chapeuzinho Vermelho gralha insuportável! Puta mina chata! Ahauahuahauhua
Confira!

26 de mai de 2006

AT Revista

Para os amigos ingratos e miseráveis que não gastaram R$2,00 pra comprar a Tribuna de 02 de abril de 2006 e me ver no suplemento AT Revista!

Abaixo, a entrevista feita por Gustavo klein e foto de Marcelo Justo.



FELIPE E O CINEMA

Cursando o último ano de Jornalismo, o santista Felipe Goulart é um caso raro de alguém que, ainda na universidade, já sabe o que quer para o resto da vida profissional: ser crítico de cinema. Sonho bastante comum entre quem é fã da sétima arte, é verdade, mas ele tem um diferencial: já trabalha, há alguns anos, com o mais conhecido profissional da área no Brasil, Rubens Ewald Filho, e tem um programa que fala dos lançamentos nas telas e nos DVDs em um canal da região. Seu interesse pelo assunto surgiu na adolescência: “Tinha um amigo que sempre ia junto comigo ao cinema. Nós anotávamos todos os filmes a que assistíamos em um caderninho, com sinopse, nota, foto etc. A cada ano, tentávamos bater o recorde do ano anterior”. Felipe tem um gosto eclético, que vai de clássicos norte-americanos como Do Mundo Nada Se Leva (Frank Capra) até os desenhos da Disney, mas curte também filmes que fujam do esquemão hollywoodiano. “Temos que sair do ovo com bacon dos Estados Unidos, ver coisas diferentes. É a viagem de pobre: por R$ 3 você aluga um filme da Bulgária e, indiretamente, conhece um pouco da cultura de lá, vê como é o café da manhã e até que o Sucrilho que eles comem é verde”.Terminando Jornalismo, Felipe planeja uma pós-graduação... em cinema, claro.

25 de mai de 2006

24 Horas - 5ª Temporada - Season Finale




Terminou nesta segunda (22/05), a quinta temporada da série 24 horas. De longe, a mais devastadora de todas. Logo no primeiro episódio morrem Michelle Dessler e o ex-presidente David Palmer. Tony Almeida fica seriamente ferido. Chloe O'Brian é perseguida e Jack Bauer ressurge das cinzas. Sem falar que no meio da temporada, a UCT será mortalmente atacada, a Segurança Nacional irá tirar a jurisdição da unidade, e o principal, o presidente norte-americano “parece” estar envolvido com os acontecimentos do dia.
Nas temporadas anteriores, a ameaça inicial nem sempre perdurava até os últimos capítulos, desviando a trama completamente daquilo que havia iniciado. A ponto de no final de 24 semanas você nem lembrar mais qual era. Mas neste quinto ano da série, os acontecimentos tiveram maior relação e caminharam com uma boa conexão do começo ao fim.
E o melhor de tudo é que o vigésimo quarto capítulo termina com um “gancho” excelente para a sexta temporada, que deixou qualquer fã desesperado para o início da próxima saga de Jack Bauer. Como dica, basta dizer que finalmente teremos um 24 horas com a tão falada ‘missão internacional’.
Foi também das temporadas, a que teve mais participações especiais de astros famosos. Os principais foram Sean Astin, o Sam de O Senhor dos Anéis no papel do agente Lynn McGill; e Peter Weller, o eterno Robocop, como Christopher Henderson, um ex-desafeto de Bauer na UCT que agora age com os terroristas. Do elenco anterior, retornam ainda William Devane como o secretário de Defesa Heller, e a gatíssima Elisha Cuthbert, reprisando seu papel como a filha de Jack, Kim Bauer. Outra que também continuou foi Kim Raver, que interpreta a filha do secretário e também namorada de Jack Bauer, Audrey Raines, agora foi efetivada na Unidade Contra-Terrorismo.
Segundo o site da Fox, por aqui, ainda faltam 12 episódios para o fim da série. Quem tiver paciência que aguarde! Eu já vi todos!


Nota: (4 de 5)

23 de mai de 2006

Postagem Inicial + Superman

Finalmente aderi (ainda que tardiamente) ao maravilhoso mundo dos blogs. Ou como eu costumava chamar, Bostologs. Talvez ainda chame.... vamos ver....O fato é que nos primordios do blog, eles eram usados não profissionalmente, mas como diários virtuais. Com balelas do tipo "ele não gosta mais de mim... e agora, o que farei da minha vida!". Mas em uma das aulas das manhãs de sábado me fez deixar o "pré-conceito" de lado e observar com olhos jornalísticos. O primeiro, e que acompanho ainda hoje, foi o do Sérgio Dávila. Claro que muita coisa não concordo, mas é uma opinião que deve se levar em conta também. Fora que volta e meia ele se muda por uns tempos para a terra do Tio Bush e dá uma visão única de fatos e notas do showbiz....Enfim, cá estou e chamo os amigos pra mergulhar de cabeça nessa nova onda......Bjs e Abçs


Aproveitando essa postagem teste inicial, disponho o link do novo trailer (e espera-se definitivo) do novo filme do homem-de-aço, Superman Returns.Sensacional e emocionante como os anteriores (esse é o lado fã que está falando). Já minha porção jornalística diz que as cenas são basicamente as do anterior (claro que mais e melhores também foram acrescentadas), mas acho que a cena final, da “bala no olho”, deveria ter sido guardada para uma eventual surpresa do filme. Clique para o trailer.